23/08/13

15/06/10

02/02/10

29/11/09

Figueiros



......

Sinto-me nas nuvens
Sinto-me num paraiso
Aldeias da minha terra
Meus usos e costumes
Vida entrelaçada
Num negrume infinito
Solidão acabada
Vazio preenchido
Nas minhas telas
Todo o encanto
No desalento
Acabado mas sentido
A dor a tristeza
A solidão
O vazio no coração
O calor aquece
O frio desaparece
O nevoeiro passou
O raio sol ficou
Eu aqui estou
Ele voltou
E aqui ficou
Aprenderemos
A respeitar
A gostar
A amar
A solidão
O vazio no coração
Partirá para sempre
E nas minhas telas
Toda a expressão
Do meu ser
Para sempre
Eu sou tu
E tu és eu

......